Nome Científico: Sarpa salpa Linnaeus, 1758

Nome Comum: Salema

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Actinopterygii
Ordem Perciformes
Família Sparidae
Género Sarpa
Espécie S. salpa

Sinonímias: Boops goreensis, B. salpa, Box goreensis, Box salpa, Eusalpa salpa, Sparus salpa

Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante

O corpo é oval-oblongo, lateralmente comprimido, com coloração cinzento-azulada e 10 ou 11 típicas linhas longitudinais douradas com reflexos alaranjados. A face ventral é mais clara e não apresenta qq linha dourada. Linha lateral escura muito nítida, uma pequena mancha negra na parte superior da base das barbatanas peitorais e barbatana caudal bifurcada. Mede em média cerca de 30 cm, podendo chegar aos 50 cm de comprimento máximo.

Vive entre os 2 e os 100 m, sendo raro até aos 200 m de profundidade. É um típico peixe das pequenas calhetas e poças da zona entremarés, suportando águas salobras e pouco oxigenadas. Ocorre em cardumes numerosos e alimenta-se quase exclusivamente de algas, "pastando" sobre as rochas e sobre as folhas de possidónias (erva marinha). Reproduz-se entre a primavera e o outono.

Águas costeiras do mar Mediterrâneo, das costas europeias e africanas do oceano Atlântico e das ilhas da Macaronésia.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Marinho Prof. Luiz Saldanha
Parque Natural do Litoral Norte


Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Salema, Sarpa salsa (Linnaeus 1758) : stock structure in the eastern atlantic and biological characterizatin off the portuguese coast
Paiva (2016)

Movements of Sarpa salpa (Linnaeus, 1758) (Sparidae) in a coastal lagoon (Ria Formosa, Portugal)
Abcasis et al. (2012)

Autor: MVBIO