Nome Científico: Centrophorus granulosus (Bloch & Schneider, 1801)

Nome Comum: Barroso, Lixa, Quelma, Ramudo, Xara-branca

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Chondrichthyes
Ordem Squaliformes
Família Centrophoridae
Género Centrophorus
Espécie C. granulosus

Sinonímias: Acanthias radicans, A. serratus, Acanthorhinus granulosus, Centrophorus acus, C. lusitanicus, C. machiquensis, C. niaukang, C. radicans, C. robustus, C. serratus, C. steindachneri, Deania radicans, Entoxychirus acus, E. atromarginatus, Lepidorhinus steindachneri, Squalus granulosus, S. radicans, S. serratus

Estatuto de Conservação: VU - Vulnerável

Trata-se de um tubarão com uma coloração que varia entre o acastanhado-escuro e o cinzento-escuro (nos adultos). Caracteriza-se por ter um focinho curto, largo e achatado. O espinho da primeira barbatana dorsal é mais curto que o bordo anterior da barbatana, situando-se, sensivelmente, a meio da distância entre o focinho e o espinho da segunda dorsal. Pode atingir 1 m de comprimento. Tem reprodução ovovivípara, podendo ter de uma a seis crias por ninhada.

Trata-se de uma espécie essencialmente bentónica, que ocorre nas plataformas continentais e taludes superiores, entre os 300 e os 1400 metros de profundidade.

Trata-se de uma espécie nativa da costa africana e do Mar Mediterrâneo, que também ocorre na costa portuguesa. A sua distribuição pode atingir o Atlântico nordeste e este central.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

> Captura com redes de arrasto de fundo, redes de fundo fixas e pesca à linha
> Captura acessória

> Monitorização e fiscalização das pescas (capturas acessórias)
> Estudo e monitorização das tendências populacionais

Ligações Externas

OMARE | Observatório Marinho de Esposende
Ficha do Centrophorus granulosus

Autor: MVBIO