Nome Científico: Sparus aurata Linnaeus, 1758

Nome Comum: Dourada

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Actinopterygii
Ordem Perciformes
Família Sparidae
Género Sparus
Espécie S. aurata

Sinonímias: Aurata aurata, Chrysophrys aurata, C. aurathus, C. auratus, C. crassirostris, Pagrus auratus, Sparus auratus

Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante

Éspécie de corpo ovalado de ventre prateado e dorso acinzentado, com mancha negra por cima do opérculo e mancha dourada entre os olhos (origem do nome comum-dourada), envolvida por duas zonas escuras. Apresenta lábios grossos e dentes frontais fortes e pode atingir os 70 cm de comprimento.

Nota: espécie com um grande valor comercial. É a segunda espécie mais produzida por aquicultura em Portugal, apenas ultrapassada pelo Pregado (Scophthalmus maximus).

Habita fundos rochosos do sublitoral, geralmente a profundidades que rondam os 30 m mas pode ser encontrada até aos 150 m de profundidade. Vive solitária ou em pequenos grupos e reproduz-se de Outubro a Dezembro e, apesar de desovar no mar, os juvenis procuram a protecção dos estuários para se desenvolverem.

Atlântico Nordeste, desde o sul da Irlanda até à Mauritânia, e mar Mediterrâneo.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Marinho Prof. Luiz Saldanha
Parque Natural do Litoral Norte


Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Sea warming affects bream (Sparus aurata) tissues and stress proteins (HSP70)
Madeira et al. (2013)

Sparus aurata larvae production in mesocosm: evaluation of abiotic and biotic parameters
José (2012)

Autor: MVBIO