Nome Científico: Aeolidia filomenae

Nome Comum: Nudibrânquio

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Mollusca
Classe Gastropoda
Ordem Nudibranchia
Família Aeolidiidae
Género Aeolidae
Espécie A. filomenae

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Corpo longo, até 40 mm de comprimento, cinzento, acastanhado ou esbranquiçado e coberto por pigmento cinzento superficial. Ceratas cobertas por pigmento cinzento e curvadas para o centro do corpo. Rinóforos cinzentos lisos. Mancha branca dorsal que se divide em Y à frente dos rinóforos.

Vive no médio e infralitoral, sendo mesmo mais frequente a pequenas profundidades no intertidal. Alimenta-se de várias espécies de anémona.

Presente em toda a costa de Portugal continental, embora haja poucos registos confirmados. Esta espécie foi só muito recentemente descrita na sequência de um estudo com recurso a marcadores genéticos (ver "Saber mais"). Esse estudo revelou que a espécie Aeolidia papillosa, descrita por Lineu em 1761 a partir de exemplares recolhidos na Suécia, se tratava de facto de um complexo de três espécies (A. papillosa, A. loui, A. filomenae), estando esta última distribuída pelas costas da Holanda, Reino Unido, França, Espanha e Portugal.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Aeolidia papillosa (Linnaeus, 1761) (Mollusca: Heterobranchia: Nudibranchia), single species or a cryptic species complex? A morphological and molecular study

Autor: João Pedro Silva