Nome Científico: Leptosynapta inhaerens (O.F.Muller, 1776)

Nome Comum: Holotúria, Pepino-do-mar

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Echinodermata
Classe Holothuriodea
Ordem Apoda
Família Synaptidae
Género Leptosynapta
Espécie L. inhaerens

Sinonímias: Chiridota pinnata, Holothuria (Minyas) flava, H. inhaerens, Synapta bifaria, S. duvernaea, S. girardii, S. henslowana, S. pellucida

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Holotúria com corpo vermiforme, de coloração rosa-pálido, translúcido e com bandas longitudinais. Pode atingir os 25 cm de comprimento. Tem 12 tentáculos na região anterior com 5 a 7 pares de pínulas laterais e uma pínula terminal, mais comprida. Escléritos em forma de âncora, com dois braços longos e dentados; possui uma placa alongada com orifícios de tamanhos variados. Nesta espécie, os pés ambulacrários encontram-se ausentes.

Vive no infralitoral, desde o intertidal até aos 90 m de profundidade, geralmente enterrada em fundos cascalhentos, arenosos ou lodosos, com vegetação marinha associada.

Ocorre desde o Atlântico norte europeu até ao mar Mediterrâneo.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Autor: Jorge Araújo