Nome Científico: Echinaster sepositus (Retzius, 1783)

Nome Comum: Estrela-do-mar-vermelha

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Echinodermata
Classe Asteroidea
Ordem Spinulosida
Família Echinasteridae
Género Echinaster
Espécie E. sepositus

Sinonímias: Asterias rubens, A. sagena, A. seposita, Cribrella oculata, C. seposita, Echinaster sagenus, E. sanguinolentus, E. (Echinaster) sepositus, Rhopia seposita, Stellonia seposita

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Estrela-do-mar de coloração vermelho-alaranjada, habitualmente com 5 braços (raramente 4, 6 ou 7). Disco central pequeno de onde irradiam os braços esbeltos, relativamente finos e de secção circular. O diâmetro ronda os 20 cm, podendo atingir os 30 cm. Os sulcos ventrais de cada braço comportam 2 fiadas de pés ambulacrários. A face dorsal encontra-se coberta por depressões uniformemente espaçadas, a partir das quais o animal estende as suas brânquias (pápulos) vermelhas. O corpo é rugoso ao tacto devido a pequenas espinhas de 1,5 mm, que são cobertas por muco da pele glandular (o que confere ao corpo uma textura de sabão). Tem desenvolvimento directo (sem estado larvar).

Vive no infra e no circalitoral, sobre fundos duros ou arenosos, ou mesmo sobre tapetes de ervas marinhas (e.g. Posidonia sp.), até aos 250 m de profundidade.

Distribui-se desde a costa atlântica este até à linha do equador.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina




Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Autor: Jorge Araújo